sexta-feira, 6 de julho de 2012

Traficante 'morto' é preso ao celebrar casamento de US$ 1,1 milhão





Um traficante colombiano procurado pelos Estados Unidos, dado como morto em 2010, foi preso na celebração de gala de seu casamento em uma ilha.

A notícia da captura de Camilo Torres Martinez, conhecido como "Fritanga" se tornou o principal tema de conversas na Colômbia.

Não é para menos: para o seu casamento, Fritanga alugou uma ilha paradisíaca, localizada em um parque nacional caribenho, e contratou cantores e grupos musicais.

Entre os convidados de sua extravagante festa na Ilha Mucura, localizada a duas horas de barco de Cartagena, também estavam atrizes conhecidas, modelos, apresentadores de televisão e até mesmo alguns funcionários públicos.

A extravagante celebração foi avaliada em mais de 2 milhões de pesos (cerca de US$ 1,1 milhão).

Nada mal se considerarmos que Fritanga, membro proeminente da quadrilha dos Urabeños, teve sua extradição pedida pelos Estados Unidos em outubro de 2010 e, em dezembro do mesmo ano, foi considerado oficialmente morto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário